VER
  VER
  VER
  VER
  VER
  VER
  VER
  VER
  VER
  VER
  VER
  VER
  VER
   
 
  Receba todas as novidades no seu email.
Introduza o seu email.
 
 



 
"Futuro do têxtil está garantido"
"Os têxteis chineses vão continuar a entrar de força maciça, como entra o calçado, que não tinha quotas, mas o mundo não acaba aqui. O mercado mundial está em ajustamento contínuo e nós continuaremos a ter de nos ajustar às ameaças chinesas, indianas e outras", refere Mira Amaral, ex-ministro da Indústria dos governos de Cavaco Silva.

Ligado hoje à Câmara de Comércio Luso-Chinesa, Mira Amaral lembra que "já em 1992 se alertava para a ameaça chinesa". Mas, garante, "haverá sempre têxtil em Portugal, será uma indústria diferente, que empregará menos gente, muito mais qualificada, apostando em nichos de mercado e jogando muito nos têxteis técnicos e na resposta rápida às solicitações do cliente". Mira Amaral admite que esta evolução vai causar "grande distorção no emprego", pelo que cabe aos governos "reconverter profissionalmente as pessoas e dar apoios sociais".

 
 

 

 

Home | Sobre Nós | Historial | Noticias | Contactos || Pedido de Cotações
Copyright © 2022 Pinto Lopes Todos os direitos reservados.